Aos Meus Leitores, Que Me Ensinaram A Ser Alguém Melhor

22 Oct 2018 13:14
Tags

Back to list of posts

[[image https://i.pinimg.com/originals/69/f0/fa/69f0fac4b6c9aa264183b4dbfe222a9d.png"/>

<h1>Fator Genius: Teu C&eacute;rebro A 100%</h1>

<p>Ainda pela manh&atilde; dessa segunda, esse texto fica no alto, a pedido de voc&ecirc;s. Abaixo dele, os posts novos. Nesse m&ecirc;s, o web site que mantenho pela Veja Online completa seis anos. A p&aacute;gina &eacute; acessada entre 100 000 e 150 000 vezes por dia — com um pico de 234.640. Nesse tempo, imediatamente foram ao ar quase trinta e cinco 000 artigos e 1,oito milh&atilde;o de coment&aacute;rios.</p>

<p>Acusam-me algumas pessoas de obsessivo, e os n&uacute;meros n&atilde;o as deixam mentir. Tornei-me dependente do di&aacute;logo cotidiano que mantenho com milhares de leitores Brasil afora — e um agrad&aacute;vel em t&atilde;o alto grau espalhado a&iacute; por este mund&atilde;o. Diziam-me nos prim&oacute;rdios: “Assim voc&ecirc; n&atilde;o vai remoto; internautas n&atilde;o t&ecirc;m tempo e paci&ecirc;ncia para este estilo”. Agrade&ccedil;o na firmeza at&eacute; dos que odeiam a minha p&aacute;gina com comovente aplica&ccedil;&atilde;o.</p>

Fonte para este artigo: http://vinyljail2.iktogo.com/post/7-dvidas-de-ouro-que-s-o-coaching-de-carreira-podes-auxiliar-voc-a-responder

<p>N&atilde;o especial, o afeto podes se distrair e cair presa, embora por um lapso, de outros encantos. No entanto o &oacute;dio &eacute; fiel porque dedicado escravo do ressentimento. O amor &eacute; altivo e, liberto, esquiva-se algumas vezes pra ser reconquistado. O &oacute;dio se d&aacute; diariamente ao desd&eacute;m pra se nutrir do bem que n&atilde;o pode alcan&ccedil;ar. Aos que amam, tenho de lhes fazer diariamente a corte com textos novos e prim&iacute;cias, como o enamorado cativo. Os que odeiam me pedem bem menos: basta que eu exista para que tenham explica&ccedil;&atilde;o de ser.</p>

<p>Os que amam n&atilde;o buscam apenas a minha guerra cotidiana com as http://realitysandwich.com/?s=desenvolvimento+pessoal , que o poeta Carlos Drummond de Andrade neste instante chamou de “a guerra mais v&atilde;”. Tamb&eacute;m se alimentam da minha paix&atilde;o, que &eacute; autocoaching , na diverg&ecirc;ncia, pelo debate, pelo irracional. E o afeto poder&aacute; ser flamejante e se fazer fogo que arde com inten&ccedil;&atilde;o de se olhar, sim!</p>

<ul>
<li>Some um ponto ao teste se a sua resposta foi afirmativa nesta charada</li>
<li>Abra&ccedil;ar o ordin&aacute;rio</li>
<li>Conversa em que voc&ecirc; oferece pouca aten&ccedil;&atilde;o &agrave; ela</li>
<li>Convenc&ecirc;-lo de que estar com voc&ecirc; &eacute; a melhor decis&atilde;o que ele podes tomar</li>
<li>9 O ausente</li>
<li>Filmes Educativos. Conhe&ccedil;a A Superior Corpora&ccedil;&atilde;o Brasileira De Tema, Tecnologia, Servi&ccedil;os E Meios De Pagamentos Digitais em Quest&atilde;o - Gram&aacute;tica (1)</li>
<li>REDESCOBRIR A SOLIDARIEDADE”</li>
<li>Contrariedade para dormir</li>
</ul>

<p>E recorre a paradoxos pra apresentar todos os relevos de teu contentamento desgostoso. Escrevo p&aacute;ginas para os que t&ecirc;m sede de justi&ccedil;a e para os que apreciam a l&oacute;gica com esquema. &Eacute; poss&iacute;vel que outro carro pudesse abrigar o blog ou este texto, todavia &eacute; a Acesse que faz uma coisa e outra. Nada excita mais a f&uacute;ria dos vampiros morais do stalinismo e do fascismo que a liberdade que se faz sem solicitar licen&ccedil;a a aiatol&aacute;s da ideologia.</p>

<p>Uns est&atilde;o convictos de que tua leitura de universo foi al&ccedil;ada &agrave; circunst&acirc;ncia de uma teologia que n&atilde;o podes ser confrontada. O Gerente, Tuas Habilidades E Compet&ecirc;ncias entendem que ganharam nas urnas o direito de solapar as regras daquilo mesmo que lhes deu senten&ccedil;a: as garantias democr&aacute;ticas. Satanizam, desta maneira, a diverg&ecirc;ncia e a convic&ccedil;&atilde;o alheia como express&otilde;es do sectarismo, do preconceito e do &oacute;dio. Atribuem a seus oponentes aquilo que eles pr&oacute;prios prodigalizam.</p>

<p>Quantas vezes neste instante n&atilde;o fui acusado de “intolerante” n&atilde;o j&aacute; que excitasse a f&uacute;ria de eventuais algozes de meus advers&aacute;rios de racioc&iacute;nio, por&eacute;m j&aacute; N&atilde;o Confunda M&aacute; Administra&ccedil;&atilde;o Com Energias Ruins , ao discordar de uma falsidade influente vendida como verdade, desafinei o coro dos contentes. Escrevi em 2006 um post pro Globo em que citava uma ep&iacute;grafe que est&aacute; na edi&ccedil;&atilde;o inglesa (Penguin Books) do livro “The Captive Mind”, do poeta polon&ecirc;s Czeslaw Milosz, ganhador do Pr&ecirc;mio Nobel de Literatura de 1980. Relembro-a aqui.</p>

<p>&Eacute; um ditado ou, quem sabe, um aforismo espichado, atribu&iacute;do a um velho judeu da Gal&iacute;cia: “Quando uma pessoa est&aacute; 55% certo, isso &eacute; que show hein e n&atilde;o h&aacute; discuss&atilde;o. Se uma pessoa est&aacute; 60% direito, isto &eacute; encantador, &eacute; uma extenso sorte, Como Influenciar De Pequeno Pra Cima agrade&ccedil;a a Deus. No entanto o que dizer sobre o assunto estar 75% correto? Os prudentes de imediato descobrem isto suspeito. Bem, e sobre estar 100% direito? https://www.bianobrega.com.br/autocoaching-e-autodesenvolvimento/ % &eacute; um fan&aacute;tico, um fac&iacute;nora, o pior tipo de velhaco”.</p>

<p>&Eacute; claro que meu blog n&atilde;o poderia fugir ao radar desses seres trevosos. Na periferia do pensamento, n&atilde;o incomum ignorados na import&acirc;ncia, esmagados na pr&oacute;pria pequenez, gritam, sem que possam apontar um s&oacute; texto que justifique a sua in&uacute;til histeria: “Vejam como ele odeia em vez de debater! Em outubro de 2008, a Editora Record chamou-me pra lan&ccedil;ar um livro com uma colet&acirc;nea de posts do site, que resultou em “O Estado dos Petralhas”, que vendeu mais de 50 000 exemplares.</p>

<p>Em 2010, foi a vez de “M&aacute;ximas de Um Na&ccedil;&atilde;o M&iacute;nimo”, um livrinho de frases, que chegou &agrave; marca dos 20 000. Acabo de assinar um contrato para fazer “O Na&ccedil;&atilde;o dos Petralhas II”. Ainda n&atilde;o sei se o subt&iacute;tulo ser&aacute; “A Disputa Continua” ou “O Oponente sem demora &eacute; o Mesmo”, parafraseando, pelo avesso, o “Tropa de Elite II”. Nos mais de quatrocentos (!) artigos do Volume I — e por isso ser&aacute; no II —, o debate de ideias, o exerc&iacute;cio da diverg&ecirc;ncia, o entusiasmo da discord&acirc;ncia.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License